Rocket, ampliando os horizontes da industria


Ultimamente, tenho ouvido muita gente falando sobre  a Rocket. Ouso dizer que a maioria não estavam felizes com o que eles estão fazendo. No entanto, isso não significa que não há nada para aprender com eles.

Para aqueles de vocês que não sabem o que é a Rocket, este é o meu entendimento: Rocket é 

uma empresa fundada na Alemanha, que tem se especializado em imitar modelos de negócios de sucesso.

Eles constroem equipes muito capazes, em vários países, que ficam esperando o sinal verde em um modelo de negócio. Uma vez que um modelo é identificado, ele é implementado em vários países a uma velocidade incrível, a fim de ser vendido a empresa sendo copiada.

Eles fizeram isso com Groupon e estão fazendo com a Zappos, B’n’B Air e outros.

No entanto, ultimamente, eles decidiram entrar os EUA com sua cópia AirB’n’B (Windu), mudando a sua estratégia de desenvolvimento de operações internacionais e se tornando uma concorrente. Isso desencadeou uma série de queixas no Vale e em outros lugares.

Apesar de toda a controvérsia sobre o modelo copycat, há duas coisas interessantes para se aprender com Rocket: 1 – O recrutamento é chave, 2 – velocidade do roll out.

1 – Rocket não poupa esforços para recrutar pessoas. Eles o fazem, até mesmo, abordando em pools de talentos não usuais para start-ups, como McKinsey e BCG. Como eles estão se concentrando mais em gestão e velocidade de roll out do que em inovações, essa pode ser uma grande escolha.

Eles tomam a abordagem de conseguir as melhores pessoas na equipe, independentemente do custo. Ao fazer isso, eles estão pagando salários muito altos para start-ups, a fim de ter o talento necessário disponíveis. Com isso, eles estão atraindo um pessoal muito qualificados, que de outra forma levaria uma vida corporativa, para o ambiente empreendedor.

Após essas pessoas que experimentarem uma start-up, é difícil eles voltarem para a vida corporativa. Eles provavelmente irão participar de start-ups onde possam ter mais equity.

Em um país com poucos empreendedores qualificados, como o Brasil, as pessoas com McKinsey / BCG no currículo, assim como de alguns anos em um ambiente de start-up muito agressivo, como Rocket, se tornam founders muito interessantes.

Portanto, eu tenho que agradecer a Rocket pela qualificação da comunidade empreendedora.

2 – Rápido não é suficiente! – Isso é um dos grandes aprendizados que podemos tirar da Rocket.

Nenhuma empresa tera o tempo para dominar o mercado local e em seguida, passar focar o resto do mundo. Uma vez que seu modelo é comprovado, você tem que se tornar, imediatamente, global ou corre o risco de um imitador ter todos os seus mercados internacionais.

Isso efetivamente significa que as empresas se tornarão maiores e mais complexas em uma velocidade muito maior do que se viu anteriormente. Elas exigirão mais recursos no início seu processo de expansão.

Além disso, um tipo diferente de skillset será necessários para crescer essas empresas a esta velocidade. Desta vez, a indústria pode copiar e aprender com a Rocket e sua experiência.

O que torna este um tema interessante é que nem se a start-up quiser iterar, ela tera tem tempo para aprender. Este conhecimento terá que ser trazido por alguém que fez scale-up múltiplas vezes: VCs.  Como os VCs farão isso … a ser visto … mas a tarefa, sem dúvida, será deixada para eles.

About these ads

About Rodrigo Baer
A new VC trying to help build up the industry

2 Responses to Rocket, ampliando os horizontes da industria

  1. Claudio Abreu says:

    Rodrigo,
    Entendi que a Rocket copia, rapidamente cria um concorrente para ser vendido para a Empresa copiada.
    Correto?
    Gostaria de saber mais detalhes de que negocios foram os alvos e, onde a estrategia foi executada com sucesso. Obrigado.
    Abs,
    Claudio

    • Rodrigo Baer says:

      Claudio, eh isso mesmo.
      A Rocket jah fez isso com o Groupon, Criando operacoes na europa, Brasil (sob o nome de clube urbano) e Asia.
      Tambem estao fazendo com:
      a Zappos, sob o nome de Dafiti e Zalando (Europa).
      AirBnB sob o nome de Windu
      Birchbox virou Glossybox na versao da Rocket
      Made.com (ainda nao sei o nome)
      Etsy.com (tambem nao sei o nome)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 185 other followers

%d bloggers like this: